sábado, 7 de agosto de 2010

England II - Gloucester


No passado Domingo, estava eu no aeroporto da Portela a olhar para a porta de embarque e a ficar mais triste a casa minuto que passava. O perfume da minha irmã no pulso, descaradamente "testado" na duty-free shop, relembrava-me o quanto gostava de estar mais perto dela para as parvoíces e tragédias do dia-a-dia de uma adolescente. Levanto a cabeça e vejo um miúdo inglês orgulhosamente envergando uma t-shirt onde se podia ler: "I Coração Portugal", o que de imediato me fez pensar "Pois, eu também... O que é que estou aqui a fazer então?!". E por fim, a mensagem de "safe & sound trip back to England" fez-me desmanchar em lágrimas como se tivesse 4 anos sem estar nem aí para quem olhava. Na verdade, por esta altura pensei no quão adulta me sentia porque se fosse mesmo uma criança estaria ao berros a agarrar-me a tudo o que é corrimão, postes e cadeiras enquanto mãos invisíveis me prendiam, puxavam e arrastavam para o avião.

Aos trambolhões no mini-bus lá conheci o Dominik e começámos a falar com a inocência de crianças que fazem amigos novos em cada parque infantil que visitam. O Dominik, meio alemão meio galês, tinha passado um ano em Lisboa e outrora tinha sentido o mesmo que eu estava agora a sentir. Acabámos por falar durante todo o voo e entre contos de fadas, sonhos e planos para o futuro, ao sabor de pastéis de nata, a minha choraminguice transformou-se em gargalhadas, que certamente incomodaram muitos passageiros.

Isto apenas para partilhar a preciosidade destes momentos que transformam as nossas vidinhas mesmo quando tudo se desmorona e os dias passam a tons cinzento-England para depois darem lugar a borboletas e sorrisos.

He made my day!


quarta-feira, 7 de outubro de 2009

For your information

Tenho continuado a divertir-me a potes e tenho muito para contar, simplesmente não tenho tido tempo para escrever!

De qualquer modo só para dizer que caso não se dê nenhum súbito acontecimento em contrário dia 9 de Novembro já almoço em terras lusas!




PS: No próximo fim-de-semana vou a PARIS!

Ups!

Estou constipada e estou em Inglaterra! Oink oink!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Sabias que...

Se calhar já sabiam, especialmente os meus leitores masculinos, mas aqui toda a gama Opel chama-se Vauxhall! Vauxhall Corsa, Astr, Zafira, Vectra, Insignia...





Não é muito interessante mas eu achei giro quando descobri!


sexta-feira, 18 de setembro de 2009

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Apelo

Eu sei que o blogue não está actualizado, não tenho dado notícias nem colocado fotos das viagens mas a culpa é vossa. Não há feedback salvo raras excepções e assim perde a piada.

Se me lêem mandem um mail só a contar como está o tempo por aí, o que têm feito, como foi o Verão, se vão casar... qualquer coisa! Tenho saudades vossas, começo a sentir falta de falar português, dos trocadilhos, das gargalhadas, dos jantares, dos sorrisos, dos beijos e abraços.

Quer sejas de Torres, Leiria, Porto ou Algarve dá notícias! Quer tenhamos falado pela última vez ontem, há quatro meses ou há uns anos "mi liga vai"!

Ainda por aqui estou, ainda por aqui vou estar, continuo feliz e contente mas não quero perder os laços convosco!

Aguardo notícias!

Beijinhos*

Funcho

E eis senão quando me falam em "fennel"! Opa não sei o que isso é, se calhar não temos disso em Portugal. Google imagens e fiquei na mesma! Lá se recorre ao dicionário como poderia ter feito em primeiro lugar e descubro o significado. FUNCHO!!!
O Peter cozinhou para mim e é bom :)

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Oxford - 9 de Agosto de 2009

E no dia seguinte lá fomos rumo a Oxford em busca do dicionário perfeito! Desta vez a Sarah que veio para cá de carro disponibilizou-se a conduzir porque este destino também lhe agradava com a condição de fazermos o sighseeing. Sarah, Francesco, Jessica, Amaia e eu passeámos por esta cidade e ficámos a saber um pouco mais da sua História e pormenores curiosos através da informação áudio disponibilizada no autocarro. E até tinha em português! No entanto, preferi a versão inglesa já que a minha homónima linguista tinha uma voz bem irritante e a tradução não era das melhores. Para terem uma ideia no folheto pode ler-se o seguinte ipsis verbis “A abrir cima dos autocaros das touristas utilizável em português incluir a escutadores”. Muito bom, não é?!

Oxford é uma cidade medieval repleta de colégios como seria de esperar e muito movimentada. Turistas, estudantes e moradores locais não permitem que Oxford seja um destino aborrecido de modo algum.

Tive ainda a oportunidade de visitar a loja de doces da Alice. Qual Alice? A do País das Maravilhas pois claro. A minha mãe ia adorar esta lojinha. Pequenina e cheia de objectos (e doces) artesanais.


video

Liverpool - 8 de Agosto de 2009

Liverpool é uma cidade jovem com muitas crianças e adolescentes com ar de rufia. Foi um dia muito bem aproveitado em que foi possível visitar inúmeros locais de interesse. Desde o pub "Cavern", o local de nascimento dos Beatles como banda de sucesso à Walker Art Gallery, Tate de Liverpool, passando por um dos museus/local de homenagem mais estranho que se possa imaginar, tudo isto passeando por entre parques, ruas e praças.

video

A cidade deu-me um feeling de "alternativo" quer pelas lojas e edifícios como pelas próprias pessoas. Aos prédios que não estão a ser habitados são-lhes tapadas portas e janelas de outro modo são “ocupados” de imediato. É uma cidade muito ligada ao futebol como pude observar pelas dezenas de pessoas envergando as t-shirts do clube de futebol neste Sábado. Homens, mulheres, crianças tudo a passear orgulhoso com a camisolinha vermelhusca. Vi também o maior número de pessoas com braços ligados e pernas partidas que alguma vez tinha presenciado, quer-me parecer que o fervor futebolístico e esta observação estão intimamente ligados e as preferências clubistas e a sociedade de ortopedia e traumatologia têm muito boas relações mas posso estar enganada.
No St. George Memorial ficámos a saber o que era aquela figura estranha que aparecia por todo o lado. O seu nome é Superlambanana e como o nome sugere é metade “lamb” (cordeiro) metade banana! Ficámos fãs!

A Lambanana foi criada pelo artista japonês Taro Chiezo e em 1998, ano em que Liverpool foi capital europeia da cultura, foi adaptada sob a forma de uma enorme escultura amarela para chamar a atenção da população sobre o perigo dos alimentos transgénicos aquando da Art Transpennine Exhibition. Foram seleccionados estes dois elementos por serem comuns no cais de Liverpool. Foram então criadas réplicas coloridas ao estilo Cowparade colorindo toda a cidade.

Nesta espécie de museu que homenageia George Harrison encontrámos ainda uma exposição sobre os primeiros sistemas de ventilação criados por David Boswell Reid. Aqui, deparámo-nos com 4 recipientes como demonstração do tal sistema de condutas de ar, cada um continha um odor específico: comida podre, esgoto, suor humano e fumo de fábrica! Só maravilhas portanto! Ao lado estava uma espécie de instrumento musical multi-facetado e depois da escadaria um balcão com souvenirs, qual a ligação entre cada um destes objectos é que ficámos sem saber.

Visitámos ainda a Tate Liverpool, uma galeria de arte contemporânea com diversas salas e onde pude testemunhar ao vivo e a cores obras de arte como a serigrafia de Andy Warhol Campbell’s Tomato Soup, o quadro Canibalismo de Outono de Dalí, o famoso urinol invertido ou Fountain de Marcel Duchamp (uma cópia porque o original está para sempre perdido), quadros não tão conhecidos de Picasso e uma das latas da colecção Merde d’Artiste de Piero Manzoni. É sempre curioso vermos com os nossos próprios olhos estas obras que fizeram parte das matérias de estudo ao longo dos anos. Afinal não são coisas que inventam para nos fazerem decorar nomes e datas, estão ali, são reais!


Claro que numa galeria de arte contemporânea como esta também nos deparámos com obras de “arte” mais bizarras. Entre estas destaco o copo de água numa prateleira de vidro (sim, é mesmo só isto, tal e qual os copos sem jeito nenhum que temos em casa), uma construção Lego ou por exemplo o monte de móveis velhos que estavam artisticamente dispostos no meio de uma sala (uma das minhas senhorias de Leiria ia fazer sucesso com este género de “arte”). E o quadro mais estranho era aquele com duas fotografias de uma mulher nua com um estranho rolo na mão. Esta mulher era a artista em plena performance onde, nua, retirava de dentro de si mesma um rolo de papel e lia um poema para toda a audiência. A interpretação é algo como o “interior do feminismo”… (Lembra-te alguma peça de teatro , mamã?!)
Devido a este tipo de exibições, de valor artístico questionável, quando visitámos outra galeria de arte, em que o espólio pertencia a diferentes períodos na história da arte, e nos depararmos com uma escultura cuja base era uma sanita o Francesco lamentou: “Oh, I thought this was serious!” referindo-se à galeria. Mas nesta última, Walker Art Gallery, um museu clássico, pudemos então observar quadros de pintores famosos como Paul Cézanne, Gustave Courbet, Edgar Degas, Claude Monet, Rembrandt entre outros.


Chamem-me geek mas eu gostei! E o Prof. Travanca ia ficar orgulhoso de mim.


Depois de muito visitarmos, passearmos e desfrutar do belíssimo dia voltámos a Loughborough em 3 viagens de comboio diferentes (sim, a rede e os horários de comboio daqui não são os melhores) em que numa delas vim com uma dor de cabeça gigante e com uma claque mesmo ao lado a entoar, hinos e canções à desgarrada toda a santa viagem. Mais uma experiência nova durante a minha temporada em Inglaterra.

Resumindo, Liverpool: adorei e recomenda-se!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Bronzeada no Inverno

Ah e parece que por aqui o mês mais quente é Julho. As temperaturas começam a descer no meu querido mês de Agosto onde a temperatura mais alta prevista são uns meros 15 graus. Muuuuito bom! Tipo luxo mesmo.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

"Vai um cafézinho?!"

A Elodie vem de França. A Elodie teve algumas aulas de português. Infelizmente, uma das professores da Elodie era brasileira. No entanto, a Elodie disse-me no outro dia com aquela pronúncia inglesa e ao mesmo tempo aquela boquinha de quem fala francês: "Queria um cafézinho!" e a Patruishia desmancha-se a rir num misto de incredulidade, orgulho e surpresa!






Gym

Adorava partilhar convosco as coisas que me passam pela cabeça quando estou no ginásio mas infelizmente levo com cada coça que quando finalmente chego ao computador sinto mais que nunca a força da gravidade e todo e qualquer esforço muscular se torna uma tarefa hercúlea!

De qualquer modo Body Attack é assim umas cena incrível. Se a Barbie fosse ao ginásio de certeza que praticava esta modalidade. É uma hora inteiteirinha de pulinhos histéricos e de movimentos tão rápidos que nem nos deixam pensar na tonteira que estamos a fazer com passinhos tipo "herói" (basicamente o salto da Tânia no Carnaval mas apelidado de "exercício físico!) mas ao ritmo de coelhinho Duracel. É o old school da aeróbica mas a uma velocidade trepidante! É precisa muita energia para fazer aquilo, acreditem!

Reflexão das duas da manhã

Ver fotografias antigas pode ser traiçoeiro, especialmente ao som DESTA música de que estou viciada e não consigo parar de ouvir.

Não são só as saudades que espreitam nestes (raros) momentos de nostalgia é também o recordar as diferentes etapas por que já passei, as pessoas com quem já não estou há algum tempo e pensar na vida tão diferente que já tive em diversos momentos no passado. Faz-me pensar que eu mesma era muito diferente do que sou hoje, mas depois chego à conclusão que são todas essas etapas (mesmo aquelas de que que não tenho fotografias) que fazem de mim o que sou hoje e portanto concluo que também esta etapa fará de mim o que serei amanhã.

Por vezes parece-me que levo uma vida um pouco vazia de ideais, preenchida por gargalhadas e passeios com pessoas espectaculares não há dúvida, mas que não me acompanham em determinados pontos de vista. Tenho saudades dos amiguinhos da Xoxalhada e dos amiguinhos vegan/SXE que me fazem pensar e evoluir noutras perspectivas.

Tudo isto porque ninguém é feito apenas de diversão e não quero ser só uma palhacita sorridente e vazia. No entanto, gosto de pensar que toda esta experiência me levará mais longe através de um outro tipo de crescimento, foi também para isso que vim. Pelo menos assim o espero e com certeza assim será.

Loughborough & China

Ontem à noite os planetas alinharam-se e com muitas improbabilidades a tornarem-se reais, como eu estar em casa a um Sábado à noite, as linhas cruzaram-se e encontrei o Vasquinho no Skype. Após 3 meses praticamente sem qualquer contacto falámos em tempo real e monitor a monitor mas com os sorrisos no costume. Foi muito bom!

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Já passou!

É só isso mesmo!